Encerramento do Encontro Regional de Arquitetura e Urbanismo – EREA

Notícias, Vídeos Comentários desativados em Encerramento do Encontro Regional de Arquitetura e Urbanismo – EREA

 

Encerramento do Encontro Regional de Arquitetura e Urbanismo – EREA na manhã desta sexta-feira (27/01), no Parque das Dunas.

Os graduandos do curso de Arquitetura escolheram o parque das dunas de Salvador para realizar esse encontro durante toda a semana por indicação de professores que conhecia e
parque e indicou para a equipe de coordenadores e organização do evento.

Durante a semana os estudantes cumpriram a agenda realizando as atividades programadas para o parque. Participaram de palestras, fizeram a trilha interpretativa, conheceram a fauna e a flora do ecossistema de restinga, aprenderam o modelo de sustentabilidade aplicada no parque, e também puderam aprender de que forma aplicar todo esse aprendizado na sua profissão.

“A arquitetura sustentável, também conhecida como arquitetura verde e eco-arquitetura é uma maneira de conceber o projeto arquitetônico de forma sustentável, procurando otimizar recursos naturais e sistemas de edificação que de tal modo minimizem o impacto ambiental dos edifícios sobre o meio ambiente e seus habitantes”.

Nesse despertar para o novo modelo de Arquitetura Sustentável que vem sido desenvolvida nas Instituições de Ensino Superior, os alunos poderá desenvolver seus projetos de forma mais consciente e inovadora.

O Parque das Dunas passou a ser um modelo de desenvolvimento sustentável para esses futuros profissionais, que vieram em busca de novas alternativas que possam agregar
conhecimento e desenvolvimento de forma, a garantir soluções progressivas nos seus projetos.

Na volta da caminhada todos desfrutaram de melancia, banana e picolé para repor as energias.

Matheus Welter da UCEFF-Faculdade da Cidade de Chapecó-SC , deixou o seguinte depoimento: ”Achei interessante pelo fato de nós futuros profissionais de arquitetura e
urbanismo termos esses conhecimentos teórico e prático num mesmo espaço. Aumentado assim nossa bagagem de conhecimento, para que possamos proporcionar melhores
condições de vida para a população sem degradar o meio-ambiente.

Tomás Martins deixou o seguinte depoimento: “Como soteropolitano, fiquei muito contente ao conhecer o parque e assim poder divulgar uns dos melhores atrativos da
nossa cidade, parabéns pelo o projeto desenvolvido”.