UNIDUNAS e a Guarda Municipal de Salvador impedem invasão.

Notícias Comentários desativados em UNIDUNAS e a Guarda Municipal de Salvador impedem invasão.

g242dsc06522

A UNIDUNAS e a Guarda Municipal de Salvador (GMS) impediram uma invasão, durante uma fiscalização diária, na área do Parque das Dunas, próximo ao condomínio Pedra do Sal. A operação ocorreu na manhã do último sábado, 25, quando um senhor de aproximadamente 58 anos estava nas dunas com entulhos, restos de alimentos e uma fogueira acesa. “Não sabia que não podia ficar aqui. Estava apenas juntando material para reciclagem”, tentou justificar.

Apesar de condenar esses atos, parte dos moradores do entorno do Parque das Dunas também contribuem para a depredação do ecossistema de restinga. Segundo o presidente da UNIDUNAS, Jorge Santana, alguns condomínios em reforma jogam entulhos próximo ao Parque, porém outras ações depredatórias já estão sendo sanadas. “Já diminuiu bastante a prática de Off Road que tanto depredava a vegetação, a retirada de plantas por moradores vizinhos e a constante especulação imobiliária ”, contou.

A explicação da importância de preservar veio da moradora do condomínio Caminho das Águas, Enecila Moraes. “A qualidade de vida é muito melhor para nós que moramos aqui. Estamos em contato direto com um local que preserva a fauna, a flora e até nós seres humanos”.

Santana acrescenta que as ações têm diminuído por conta do projeto de conscientização que a UNIDUNAS tem desenvolvido com os moradores de Praia do Flamengo, Stella Maris, Baixa do Soronha, Mussurunga, São Cristóvão e na comunidade União Paraíso. “Já fizemos muitas reuniões de conscientização à preservação do meio ambiente. É preciso conhecer para preservar”, explicou.

Na manhã desta segunda-feira, 27, foi realizada uma ronda, onde foi constatado que o senhor de 58 anos já saiu do local e levou todos os seus pertences.

Como visitar o Parque das Dunas
O Parque das Dunas é um laboratório natural de biologia, onde já recebeu cerca de 40 mil visitantes e conta com mais de 150 pesquisas científicas. A implantação do parque foi a partir de uma PPP (Parceria Público-Privada), que deu a UNIDUNAS o direito de administrar os 6 milhões de m² que pertence ao ecossistema de dunas, lagoas e restinga da APA (Área de Proteção Ambiental) do Abaeté. Quem quiser participar de uma trilha interpretativa é preciso agendar no site www.unidunas.com.br.

Por Mariana Sena